Capa
Capa
Capa
Capa
Capa
Capa
Capa
Capa
Capa

O quê?

Daniel, O Invisível, é um projeto musical resultante do trabalho de dois compositores e um produtor. A proposta é criar, sabotar, recriar e não se repetir.


Por não acreditar no formato LP, Daniel, O Invisível, propõe uma heterogenia a conta-gotas. Para tal, o formato curto e certeiro do EP funciona perfeitamente.

Quem?

Músicas de Assis Almeida & Bruno O. Barros; produção de Leo Airplane; design gráfico de Bruno O. Barros.

Os vídeos

Clipe de "Vingador & Vendedor".

Clipe de "Mapa Astral".

Audiosurf de "Hoje".

Os discos

Cinco EPs já foram lançados e todos estão disponíveis gratuitamente para download. O mais recente — de Favereiro de 2010 — chama-se V de Dor e trás 2 músicas, ambas contaminadas com uma sonoridade que mistura dor-de-cotovelo com sede de vingança.


Em 2009 foi lançado Live At Batistão, uma paródia do rock farofa que sobrevive nas rádios mundo à fora. Já A Arte de Não Se Repetir, de 2008, trouxe três músicas completamente diferentes entre si quanto à forma, mas similares quanto ao conteúdo. Fazendo Kitsch em Ré Menor na Travessa do Último Riso, o segundo o disco do projeto Daniel, O Invisível, teve como objeto de "estudo" aquilo que muitos narizes arrebitados costumam chamar de brega. A proposta foi precisamente compor e sabotar as músicas do disco dentro de uma temática pré-estabelecida. Por fim, lançado em 2007, Apresenta: Sambas Para Um Amor Violeta Vol. 2 foi o primeiro trabalho do projeto. Nesse disco, o objetivo foi brincar com a (im)possibilidade de desfazer e refazer composições entendidas essencialmente como sambas através de uma estética do erro e da sabotagem.

Contato

@OInvisivel | @IlustreBOB | MySpace

Twitter